Cotação
Dólar 3,2124
Euro 3,4392
17/01 16:05
Cuiabá
Carregando...

? ºC

/

Cuiabá (MT), 18 de janeiro de 2017 - 03:07

SEGURANÇA PÚBLICA

06/10/2016 17:14

Corpo de Bombeiros capacita mais de 200 militares com ensino à distância

JOELMA BELCHIOR

Campo Grande (MS) – Implantado em dezembro de 2015, o Ensino a Distância do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul é considerado referência pelos órgãos ligados ao Governo do Estado. Até o momento três turmas que utilizaram o ambiente virtual de aprendizagem já foram formadas, lembrando que teve início nesta semana o Curso de Aperfeiçoamento de Cabos (CFC), que somados irão totalizar 211 militares capacitados.

Como plataforma a corporação adotou o software livre conhecido como sistema Moodle, que é o mais utilizado pelas instituições de ensino à distância, onde o aluno tem à sua disponibilidade o acesso ao ambiente virtual e pode estudar na mesma localidade onde é lotado, tendo que se deslocar para a Academia de Bombeiros Militar somente para realizar as provas.

De acordo com o comandante da academia, tenente-coronel Francimar Vieira da Costa, esse sistema é uma inovação, pois o aluno não precisa se ausentar de sua unidade de origem para realizar o curso de capacitação, que é um dos requisitos para ascender na carreira profissional e, ao mesmo tempo, continua prestando um excelente trabalho em prol da sociedade sul-mato-grossense.

“Em menos de um ano de efetivação do sistema EAD, já podemos identificar benefícios institucionais que vão além da capacitação, como por exemplo, a redução média de 40 dias de presença dos alunos na academia. Podemos constatar que utilizar essa plataforma de ensino não gera impacto nas escalas de serviço e na área administrativa, além de proporcionar economia para o Estado”, explica o comandante.

O chefe da Divisão de Ensino da corporação, major Bruno Santtos Moreira Leite, disse que o ambiente virtual de aprendizagem é resultado de um estudo realizado por meio de um trabalho de conclusão do curso de habilitação de oficiais realizado no ano passado. “Isso demonstra que o investimento na capacitação pode gerar resultados institucionais”, destaca o major.

Para o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, o sistema EAD representa um grande dinamismo e avanço. “Estou muito impressionado com a dinâmica da realização desses cursos à distância (EAD), que teve como grande objetivo qualificar nossos militares. Podem ter certeza que vamos levar essa iniciativa para outras instituições ligadas à segurança pública, seguindo este modelo que tem obtido sucesso dentro do Corpo de Bombeiros e também na Polícia Militar”, disse o secretário.

Cursos

O primeiro curso realizado pelo Corpo de Bombeiros Militar por meio da modalidade de Ensino a Distância (EAD), foi o de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS) que contou com a participação 35 militares. Em seguida, o Curso de Aperfeiçoamento de Cabos (CFC) com 90 bombeiros. Na semana passada foi realizada a formatura de mais 40 militares que concluíram a segunda edição do CAS.

O chefe de Divisão de Ensino da corporação, major Bruno Santtos Moreira Leite, citou como exemplo de sucesso o Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos, que antes exigia o afastamento dos alunos de suas funções cerca 50 dias para realização de atividades presencias, hoje o mesmo curso é realizado com dez dias apenas na Academia. “Por consequência da redução da necessidade da presença do bombeiro na Capital, houve uma economia de aproximadamente R$ 350 mil, o que significa a aquisição de duas Unidades de Resgate (UR)”.

Para o 1º sargento Alex Rodrigues da Silva, que atua no Corpo de Bombeiros há 18 anos, realizar o Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos à distância foi bastante proveitoso, pois pode conciliar as aulas teóricas com a parte prática no dia a dia de trabalho, sem prejudicar a escala de serviço. “Essa modalidade veio para somar, isso demonstra que a corporação tá acompanhando a evolução tecnológica incentivando o seu efetivo a se qualificar”, destacou o 1º sargento que já está pensando em fazer um curso de graduação à distância após essa experiência.

O Corpo de Bombeiros abriu nesta semana a segunda turma do CFC, que nesta edição conta com a participação de 46 militares.

Regiane Ribeiro Assecom/Sejusp | Foto: João Garrigó


Copyright Rede Brasil Policial. Todos os direitos reservados.

O Brasil Policial, se trata de um Projeto de Comunicação produzido pela “Rede SBCW e SBC Brasília, Projeto panteado junto ao INPI e Cartório de Registros e Documentos para jornalistas e empresários. É expressamente proibida a sua reprodução do Conteúdo e Plagiar o Projeto desta Rede de Notícias Online no Território Nacional, sujeito às penalidades previstas pelo CPB por roubo violação de Propriedade Intelectual.

“O site Brasil Policial Noticias e o Jornal Brasil Integraçao Policial, são produtos de comunicação cooperativistas, independentes, de acordo com o artigo V Inciso XVIII da Carta Magna e de acordo com o Artigo V da Lei Federal 5.764 de 16 Dezembro de 1971. Produzidos pela empresa: JULIANO LOBATO EVANGELISTA E ESCR.CRIAC.GRAF. S/C – M.E., inscrista sob o CNPJ: 01.145.029/0001-24, sito à Avenida Dr. Lima Avelino, nº 439 – Jardim Primavera, CEP: 78.030-435, Telefone (65) 3041-4675, Cuiabá – Mato Grosso – Brasil, com representação em todos os estados Brasileiros.”

MISSAO:
Somos uma equipe de Jornalistas e profissionais afins, de natureza civil, especializados em defesa da segurança publica, justiça e cidadania, com a finalidade de promover a cultura de paz, respeito aos princípios da democracia Brasileira, de valorização do profissional e fortalecer a família, sempre dentro dos princípios Cristãos, apoiar todos os comandos gerais do Brasil, combater o vício, a violência e ministrar a palavra de Deus aos Militares, seus familiares e a toda a imprensa Brasileira, segundo a Bíblia Sagrada.

 Rodrigo Souza Silveira
Diretor Geral
(66) 9624-9668/VIVO

Diretor
 

 Narciso Honório da Silveira

Jornalista Fundador cooperado e Editor Resp  

DRTMT-1616

Todos os conteúdos que se encontram veiculados e veinculando nesta franqueada "Brasil - Policial", são de inteira e legítima responsabilidades dos seus proprietários identificado (s) no referido Expediente da mesma.
Os seus conteúdos são restrito dos seus autores e idealizadores responsáveis por esta franquia, vale salientar a quem se interessar possa que, por se tratar de uma franquia afiliada da empresa geradora e franqueadora, suas publicações não expressam e nem representam a opinião desta Empresa matriz geradora. A Rede "SBC Brasil" Nacional, trata-se de um Projeto independente de suas agências franqueadas, por conta disso, não temos nenhuma responsabilidade técnica jornalística ou legal na forma das leis gigentes, por nenhum dos seus conteúdos nesta veiculados e veiculandos e de nenhuma outra franqueada e afiliadas no Brasil e nem no exterior. Cada uma é responsável pela sua Concessão, seus Atos e Fatos gerenciais e administrativo. 
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo